Blog

Band-aid Eletrônico poderá ser o próximo truque para verificar nossa saúde

Avanço da ciência proporciona uma nova maneira de analisarmos nossa saúde.

Os cientistas da Universidade de Stanford, na Califórnia (EUA) desenvolveram uma maneira de analisar a nossa saúde apenas com sinais fisiológicos que saem da nossa pele. A possibilidade só existe graças a “band-aids” tecnológicos com sensores e conexão wireless (sem fio).

O processo de fabricação é parecido com o da fabricação de tags de pedágio. Os engenheiros da Universidade utilizaram uma tinta metálica especial para imprimir uma antena e um sensor em um adesivo flexível. 

O band-aid funciona da seguinte maneira: colado à pele, ele é capaz de monitorar a pulsação, a respiração e outros indicadores de saúde. As leituras são transmitidas sem fio por radiofrequência a um pequeno receptor na roupa da pessoa. 

O sistema já poderia ser usado em alguns exames médicos, como em monitoramento de pacientes com distúrbios de sono ou com problemas cardíacos. De acordo com o estudo publicado pela revista Nature Eletronics, a meta é criar uma “teia” de avaliação de todo o nosso organismo em tempo real.

A tecnologia é chamada de BodyNET. Os pesquisadores colocaram adesivos no pulso e no abdômen e os sensores analisaram como a pele se estica e contrai a cada batida do coração ou respiração e assim, fizeram medições precisas. Quando colocados nos cotovelos e joelhos, os adesivos conseguiram registrar movimentos e flexões dos músculos.

Desenvolvimento de novos sensores

A engenheira química responsável pelo laboratório, Zhenan Bao, afirmou em entrevista que a equipe está desenvolvendo novos sensores capazes de detectar suor e outras secreções e com isso poder analisar a temperatura corporal e o nível de estresse.

O sensores já são desenvolvidos a três anos e a meta é chegar a uma tecnologia de uso confortável, sem baterias ou circuitos rígidos, para que os sensores possam contrair e dilatar junto com a pele.

A importância dessa tecnologia

O principal objetivo é ter diversos adesivos atuando em conjunto para monitorar a saúde de uma pessoa. De acordo com Bao, ela acredita que algum dia será possível criar uma rede de sensores de pele, coletando os dados sem interferir no comportamento da pessoa. 

Até o momento, o protótipo cumpre esses parâmetros, usando uma variação da RFID (identificação por radiofrequência), conexão que é usada, por exemplo, em sistema de abertura de portas e cancelas com cartão.

Como o BodyNET funciona?

O adesivo é similar a um cartão de identificação. O mesmo contém uma pequena antena que colhe energia de radiofrequência de um receptor na roupa da pessoa para ativar os sensores. Com isso, ele colhe as medições da pele e as envia para o receptor.

No entanto, para o funcionamento do sistema, foi necessário o desenvolvimento de uma antena que conseguisse esticar e dobrar como a nossa pele. A solução foi imprimir com tinta metálica, estilo serigrafia, em um adesivo de borracha.

O problema apresentado pela antena era quando ela dobrava ou esticava. Para contornar isto, os cientistas desenvolveram um novo tipo de sistema de RFID que tem a capacidade de emitir sinais mais fortes e precisos, mesmo com as deformações.

O receptor é movido a bateria e usa Bluetooth para periodicamente levar os dados para o sistema de armazenamento. O principal desafio agora é criar dispositivos fáceis de serem usados no dia a dia que mantenham o sensor e o receptor bem próximos.

Nos últimos experimentos, um receptor foi preso a roupa da pessoa, bem acima de cada sensor, um pareamento fácil em monitoramento médico. Agora, para a criação de uma BodyNET completa, o ideal é uma roupa inteligente, capaz de receber e transmitir sinais de qualquer parte do corpo.

Fonte: https://www.uol.com.br/tilt/noticias/redacao/2020/07/07/cientistas-criam-band-aid-eletronico-para-monitorar-nossa-saude.htm

Tags: Sistemas RFID, Agosto, Agosto, Blog Ano/2020, Sistema RFID


  • Localização

  • Avenida Antártico, 381, 14°andar
  • CEP: 09726-150 - Comercial / Engenharia / Expedição / Assistência Técnica
  • São Bernardo do Campo, São Paulo - SP