Cases

Case Vale

Case Vale
  • Problema:

    Colisão de lanças dos equipamentos no pátio de produtos acabados.

  • Solução:

    Utilização de Tags RFID para correção da posição do equipamento no pátio.

  • Vantagens:

    Solução robusta e segura para o ambiente agressivo com umidade 24/7.

  • Benefícios:

    Precisão no posicionamento, prevendo falhas de encoder e colisões de lanças.

  • Público Alvo: Mineração

Solução da ACURA beneficia a produtividade da maior mineradora do País

A utilização do RFID ajudou a Vale a prevenir acidentes com os equipamentos da mina.

A Vale é uma das mais importantes mineradoras do mundo, produzindo e comercializando minério de ferro, pelotas, níquel, concentrado de cobre, carvão, bauxita, alumina, alumínio, potássio, caulim, manganês e ferroligas. O investimento em pesquisa é uma de suas prioridades. Para isso, possuem uma complexa logística que envolve máquinas e trabalhadores em operações de precisão. Esta logística foi aperfeiçoada com a integração da ACURA em uma solução de controle de minério. Em Carajás, no Pará, o controle dos pedidos dos clientes agora é feito de forma automática, graças à tecnologia RFID. A concentração de minérios necessária para compor o produto especificado é transmitida à linha de processos, incluindo caminhões e pás carregadoras. Desta forma, os operários sabem exatamente o peso e tipo de minério já carregado no sistema e qual a concentração ainda necessária para compor o produto final.

Detalhes da solução

  • Cliente:

    A Vale, uma das mais importantes mineradoras do mundo, produz e comercializa minério de ferro, pelotas, níquel, concentrado de cobre, carvão, bauxita, alumínio, potássio, entre outros. Possuem uma complexa logística que envolve máquinas e trabalhadores em operações de precisão. Uma das prioridades da empresa é o investimento em pesquisa.

  • Desafio Proposto:

    O posicionamento das empilhadeiras e retomadoras no pátio de produtos acabados é feito via encoders que falham e como consequência informam a posição incorreta do equipamento no pátio. Ocasionalmente havia a colisão de lanças dos equipamentos, o que ocasionava prejuízos por parada de máquinas e reparos destes caros equipamentos. Dependendo do local, pode haver afundamento de trilhos. Os equipamentos são operados remotamente e não possuem operadores.

  • Equipamentos:

    Leitor MR-200 e tags HF-1100-IH.

  • Solução:

    Utilização de leitores RFID para identificar remotamente os problemas identificados de posicionamento.

  • Funcionamento:

    Por meio de levantamento feito em campo no pátio de produtos acabados, definimos a utilização de Tags ao longo dos trilhos por onde percorrem os equipamentos e gravados com a sua posição dentro do pátio.

  • Diferenciais / Melhorias práticas:

    Com isto, o sistema de posicionamento pode ser corrigido evitando-se erros. Fizemos a integração do leitor com os PLCs que controlam os equipamentos.

  • Ganhos / Benefícios:

    Evitamos a colisão de lanças das empilhadeiras e retomadoras de alto custo.


Produtos Relacionados


  • Localização

  • Avenida Antártico, 381, 14°andar
  • São Bernardo do Campo, São Paulo - SP
  • CEP: 09726-150