Cases

Case Sabesp

Governo

Case Sabesp
  • Problema:

    Ausência de rastreabilidade dos hidrômetros (gestão de ativos).

  • Solução:

    Utilização de Tags RFID UHF específicos que suportam ambientes severos, agilizando o processo de verificação dos itens.

  • Vantagens:

    Diminuição de erros, extravios e agilidade no processo logístico.

  • Benefícios:

    Maior segurança e agilidade na conferência, controle de entradas e saídas de ativos, separação e reciclagem de matérias-primas.

  • Público Alvo: Governo, Serviços Públicos

Uma das soluções implementadas pela ACURA permite identificar hidrômetros, gerir estoques e reciclar materiais.

A Sabesp é a responsável pelo fornecimento de água, coleta e tratamento de esgotos de 364 municípios do Estado de São Paulo. São 28,2 milhões de pessoas abastecidas com água e 22,1 milhões de pessoas com coleta de esgotos. Portanto, é considerada uma das maiores empresas de saneamento do mundo em população atendida. Em parceria com empresas privadas, atua também nos municípios: Mogi-Mirim, Castilho, Andradina e Mairinque, além de parcerias com as concessionárias estaduais de saneamento dos Estados de Alagoas e Espírito Santo. A Sabesp ainda realiza serviços de consultoria no Panamá e em Honduras. Além dos serviços de saneamento básico, a Sabesp está habilitada a atuar nos mercados de drenagem, limpeza urbana, manejo de resíduos sólidos e energia. A Missão da Sabesp é prestar serviços de saneamento, contribuindo para a melhoria da qualidade de vida e do meio ambiente. Visa, em 2018, ser reconhecida como empresa que universalizou os serviços de saneamento em sua área de atuação, de forma sustentável e competitiva, com excelência no atendimento ao cliente.

Detalhes da solução

  • Cliente:

    A Sabesp é a responsável pelo fornecimento de água, coleta e tratamento de esgotos de 364 municípios do Estado de São Paulo, é considerada uma das maiores empresas de saneamento do mundo em população atendida.

  • Desafio Proposto:

    Problemas no processo logístico como controle e baixa por lote de hidrômetro (processamento de ordens de recebimento, de carregamento e recuperação de medidores), dificuldade no planejamento envolvendo prazos e pedido de inspeção do fabricante, falhas na política de troca por falta de controle e na política do exercício da garantia. Além do impacto na gestão dos medidores, houve acúmulo de documentação física e prejuízos passivos.

  • Equipamentos:

    Leitor UHF M6, Antena Monoestática Compacta, Coletor de Dados UHF 300U.

  • Solução:

    Criação de um sistema de Gestão Integrada de Medidores (GIM). Aplicação de Tags nos hidrômetros e leitores RFID para identificar os hidrômetros dentro das caixas. Utilização de leitores de mão para agilizar o processo de verificação de estoque e conferência de itens dentro das caixas.

  • Funcionamento:

    O Tag é aplicado no hidrômetro e ao chegar na unidade da Sabesp, a verificação é feita com o Coletor de Dados 300U, que identifica os itens dentro das caixas, agilizando assim o processo de conferência de material recebido. Feita a conferência é possível processar ordens de recebimento, de carregamento e recuperação de medidores que podem ser selecionados por diversos fatores, tais como: fabricante, capacidade, tipo de matéria-prima, vazão, etc.

  • Diferenciais / Melhorias práticas:

    A utilização do sistema de Gestão Integrada de Medidores (GIM) evita os erros humanos, como os de controle e baixa por lote, além de extravios e garantia (controles e ações manuais), e agiliza o processo logístico.

  • Ganhos / Benefícios:

    Diminuição de erros de controle, recebimento, logística e garantia, maior segurança e rapidez na conferência e baixa, assertividade nas inspeções e prestação de serviço. O meio-ambiente também será beneficiado, uma vez que as sucatas serão separadas de forma mais assertiva, permitindo que sejam reutilizadas.


Produtos Relacionados


  • Localização

  • Avenida Antártico, 381, 14°andar
  • São Bernardo do Campo, São Paulo - SP
  • CEP: 09726-150